Como é eleita a cor da nova década?

Publicado em 17 de dezembro de 2019 no Globo.com

Foto: Divulgação

Há 20 anos, a Pantone, provedora de padrões profissionais de linguagens de cores e soluções digitais, elege uma cor oficial do ano. Em 2020, o Classic Blue – que faz uma referência ao céu no entardecer – acaba de ser anunciado como o tom que vai reger as principais paletas de segmentos como moda, a indústria têxtil, casa e design de interiores. “Com a chegada da nova década, vivemos um momento de incertezas e expectativas do que vamos enfrentar no Brasil e no mundo. Precisávamos de uma cor que nos motivasse, que nos trouxesse estabilidade. O Classic Blue, com seus efeitos calmantes, revela o desejo de construir uma base de confiança e estabilidade”, destaca o diretor de vendas América Latina na Pantone X-Rite, Luca Tubbini.

Mas, o que está por trás desta decisão? Como se chega à definição de um cor que será tendência o ano inteiro?

Classic Blue deve guiar a moda, indústria têxtil, casa e design de interiores. — Foto: Divulgação

A diretora da LexusGroupe/Pantone e expert em Cores e Tendências, Blanca Llhianne, conta que essa definição é um processo longo, contínuo, repleto de pesquisa e aconselhamento. “Nós realmente vasculhamos o mundo todo, em busca de pistas para fortalecer uma mensagem específica que inclui todas as religiões, gêneros e classes sociais”. Segundo Blanca, para a escolha da cor do ano é feita uma imersão na:

  • Indústria de entretenimento e produção de filmes;
  • Moda;
  • Todas as áreas do design;
  • Destinos de viagem mais procurados;
  • Estilo de vida;
  • Novos estilos de jogos;
  • Condições socioeconômicas.

Para quem se identifica, tanto na parte estética, quanto com a mensagem proposta pela cor de 2020, o consultor da Tintas Verginia, Henrique Holanda traz algumas dicas para aplicá-la em casa ou no trabalho.

Classic Blue. — Foto: Divulgação

Sala de espera ou de reuniões: os tons mais neutros são tendência e trazem a sensação de calmaria e alívio do estresse. “Uma sugestão é combinar o azul com tons pastéis um pouco mais azulados do que acinzentados. Isso deixará o ambiente mais aconchegante”, recomenda Holanda.

Quarto de crianças: o azul combina muito bem com quartos de crianças. A dica é explorar tons como Azul Bebê, Impala Cristal e Hortência Suave, oferecendo mais tranquilidade para quem estiver no ambiente.

Cores de móveis: cores neutras, com faixas brancas, podem dar destaque sobre o azul mais intenso na parede, criando assim um contraste. O uso da cor na decoração ajuda a organizar pensamentos e influência na concentração, trazendo equilíbrio em relação ao ritmo acelerado imposto pela tecnologia.

Fachada da casa: a parte externa da casa também pode ganhar uma nova aparência, com aplicação de tons de azul fortes e mais acinzentados. Para quem é moderno e descolado, essa pode ser uma boa alternativa para começar o ano. “Não tenha medo de ousar ao escolher cores para pintar casa. O importante é que ela esteja conectada com sua personalidade e o gosto da sua família”, conclui Holanda.

Conteúdo originalmente publicado no Globo.com